sábado, fevereiro 24, 2007

Espera

Aguardo sempre
e diuturnamente
mostro
as feridas
os cortes
desse corpo
penitente
dócil em sua
muda conspiração.

Um comentário:

Yone disse...

Lindo isto.E também a imagem tão fiel às palavras.
Yone